Mármore ou Granito? Qual a diferença? Qual devo comprar?

O mármore costuma ser mais caro, o que lhe confere status e nobreza. Isso faz com que se imagine que ele seja mais resistente ou então tenha a mesma resistência do granito, mas na verdade ele é mais frágil e é usado em locais com menos circulação de pessoas e exposição a produtos químicos, é indicado para ambientes internos por ser mais leve e sofrer desgaste com a ação do tempo (chuva, chuva ácida, sol). E por ser suscetível ao aparecimento de manchas, não é indicado para bancadas de cozinha, por ser poroso acaba absorvendo gordura.
Já o Granito é usado onde há mais circulação de pessoas, maior exposição de produtos químicos e água devido a sua resistência. Por exemplo: em bancadas de pias de cozinha e banheiro, bordas de piscina e paredes externas.

Outra diferença marcante é que o mármore tem visual mais suave, com veios na pedra menos marcados, de aparência mais delicada, enquanto o granito tem aspecto mais “granulado”, ou seja, com muitos pontinhos visíveis na pedra. Quanto mais liso e claro for o mármore, inclusive, maior o seu preço, pois são mais raros. Alguns tipos de granito, no entanto, por serem bem escuros, escondem essa característica, como o granito Preto Absoluto ou o São Gabriel por exemplo.

Ambos sofrem muito com ação de ácidos e produtos abrasivos, podem manchar, perder brilho e cor (então cuidado com o vinagre, vinho, limão, café). Na limpeza, deve-se utilizar um pano úmido com produtos neutros.